Cozinha para estar

Cozinha para estar

Local preferido da esposa – também gastrônoma -, é na cozinha que ela faz deliciosos quitutes servidos nas reuniões literárias – sempre regadas a vinho ou cerveja, trazidos pelos convidados. Por ser um ambiente destinado a receber, o projeto desde o início teve o objetivo de ser “menos cozinha possível”. “Pedimos ao Marcelo um espaço que fosse o centro dos eventos sociais. Como precisávamos integrar a cozinha ao jantar, buscamos algo mais descontraído”, conta o marido. Assim, nada é monocromático nessa área. 0 arquiteto Marcelo Nepomuceno utilizou o laminado texturizado (Formica) em duas cores – vinho e amarelo-ouro – embaixo da ilha central com tampo de granito São Gabriel e em cima da bancada.

Dois tipos de piso delimitam as áreas. Para a cozinha, um porcelanato cinza; para o jantar, o mesmo taco usado nos demais ambientes oferece conforto térmico. Na parede figura a reprodução de Mulher em Frente ao Espelho, de Pablo Picasso. Caso em algum momento seja necessária a privacidade, basta fechar a porta de correr que dá acesso ao estar.