Áudio, vídeo e cinema em casa

Especializada em sistemas de áudio, vídeo e automação, a Versão Brasileira dá ao cliente a possibilida-de de criar verdadeiras salas de cinema em casa, com todo o conforto que seus sistemas automatizados proporcionam. Representando marcas mundialmente reconhecidas e aparelhos de última geração, como os sistemas de automação da CRESTRON e da LUTRON, os ampli-ficadores ANTHEM e as caixas de som REVEL e PARA-DIGM, a empresa traz o que há de mais moderno para o mercado mineiro de alto padrão. Além do atendimento de profissionais qualificados, arquitetos e decoradores dispõem de um eficiente suporte na concepção de ambientes, dando ao projeto todo o planejamento necessário.

Alta tecnologia e integração de sistemas

• A diversidade de produtos, aliada ao trabalho em conjunto com arquitetos e decoradores, possibilita à empresa atender a expectativa dos clientes mais exigentes.
• Com show-room em Belo Horizonte, a Versão Brasileira oferece soluções em sistemas integrados de imagem, som e automação,
para home theater, iluminação, apresentações, escritórios, auditórios, videoconferências, audioconferência, salas de treinamento, de controle e de reunião.
• Com profissionais especializados, treinados inclusive pelos próprios fabricantes, a empresa se destaca pela qualidade na prestação de seus serviços, desde a consultoria aos clientes, passando pela elaboração detalhada dos projetos, a instalação dos equipamentos, a programação da automação e o suporte técnico.

Com o controle remoto em mãos

■ Um nome theater básico compreende duas caixas acústicas frontais, duas caixas acústicas traseiras (surround), uma caixa acústica central, receiver áudio/vídeo dolby digital, videocassete hi-fi estéreo, DVD, TV acima de 29″, subwoofer ativo. CD player e CD recorder.
■ Monte esse conjunto de uma vez só. Ao comprar equipamentos independentes, corre-se o risco de comprometer a qualidade das peças. Atenção: é sempre o pior componente que dita o resultado.
■ O tamanho ideal da TV depende da distância entre a tela e as poltronas ou o sofá. Também influencia as dimensões do ambiente. Teoricamente.
■ Para que os aparelhos rendam o máximo de sua capacidade, recomenda-se 1,50 m de distância entre as caixa de som.
■ Ambientes com telão pedem pé-direito com cerca de 3 m. Evite tetos mais altos do que isso – eles prejudicam a acústica da sala.

Som, TV e vídeo em casa

Você faz descer a tela embutida no teto, ajusta a iluminação da sala, aciona a cortina do tipo blecaute. Pronto, agora é só pressionar a tecla do DVD e iniciar sua sessão de cinema. Fácil, não? Só que daqui para frente, o bom resultado da apresentação vai depender de muitos detalhes. A começar pelos equipamentos, que devem ser compatíveis entre si. Depois vem a maneira como eles estão distribuídos no ambiente. E finalmente dedique tempo para a escolha do sofá, pois, em programas assim, conforto é indispensável.

TV de plasma

Apaixonado por tecnologia, o marido pediu um móvel para acomodar seus equipamentos de aúdio e vídeo embaixo da TV de plasma. “Posso conectar o notebook nos aparelhos e ver fotos na TV, com Olivia, sentado na namoradeira”, diz o comerciante, que possui um canto para o home office bem ao lado da cozinha, separada da sala por uma mesa de granito preto.

Home theater

Além de criar o home theater, a solução proposta pela arquiteta Lica Cukier integrou a área da lareira ao estar. “Mudei o layout. Os sofás, que ficavam de costas para a lareira, voltados para as janelas, foram posicionados para dentro”, diz Lica. Para corrigir o ângulo aberto da sala, ela fez o móvel baixo triangular que fica atrás de um dos sofás, deixando-o paralelo à estante. “Agora é possível assistir à TV de frente para a lareira. A paisagem virou pano de fundo”, diz Anua.