O estar cresce ou desaparece

Sem quarto cie hóspedes, a dona deste apartamento encontrou uma boa solução para receber os sogros, que uma vez por mês vêm a São Paulo rever a família. Nessas ocasiões, uma porta de correr isola parte da sala, que se transforma numa ala só para eles. Daí, o sofá vira cama, a mesinha de centro se desloca para a lateral e o que era living ganha ares de quarto. Quando o casal se despede, os espaços se integram e a casa ganha mais um núcleo de conversa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>