Art déco por fora e por dentro

Note que a fachada exibe linhas aerodinâmicas e cor suave, marcos nos anos 20 e 30. Outro ícone do período, o ziguezague geométrico aparece no piso de tacos. Mais achados reproduzem o espírito da época: um armário de madeira (acredite, uma geladeira antiga encontrada na Mercador Antigüidades) e as cadeiras da sala de jantar, que reproduzem o desenho tradicional de Jacques-Emile Ruhlmann, nome celebrado no art déco. O toque ousado ficou a cargo da mesa Tulipa, do finlandês Eero Saarinen.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>