Cordinha tipo exportação artesanato com fibra de bananeira

O artesanato com fibra de bananeira resgatou tradições como a da cordinha, usada em ar-reio de cavalo, que enfeita as peças de papel craft. Dona Fiica, 56 anos, que mora na fazenda de banana em Pedralva, município vizinho a Maria da Fé, aprendeu a fazê-la e produz, por dia, 700 metros de cordinhas de diferentes espessuras e tonalidades com a ajuda do marido, dos filhos e das noras. “Achei que era um negócio passageiro, mas já dura oito anos. Ganhamos duas vezes mais do que com a roça”, diz dona Fiica, que no início torcia a cordinha com a mão. Com o dinheiro das vendas, inclusive da exportação, ela comprou três rocas elétricas que agilizaram o trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>